Urussanga

Urussanga

Urussanga

Conheça as vinícolas do Vale das Uvas Goethe

Conhecida pela Festa do Vinho e Rittorno Alle Origine, Urussanga é também recheada de atrativos naturais e culturais.

Fundada em maio de 1878, Urussanga tem diversas fontes de arrecadação, da área cerâmica, moveleira, de plásticos e de alumínio, até a fruticultura e a indústria de aguardente e de vinho. Turismo e eventos também são destaque na economia local.

Com uma população de 19 mil habitantes de origem italiana, Urussanga está no Sul do Estado, a 18km de Criciúma e a 24km do início da Serra do Rio do Rastro.

Com 49m do nível do mar e microclima próprio pela proximidade da Serra, Urussanga tem uma boa colheita de frutos para vinicultura, resultando em significativa produção de bons vinhos de mesa.

Próxima a Criciúma, Cocal do Sul, Morro da Fumaça, Lauro Müller e Orleans tem nas festas Rittorno Alle Origine, nos anos ímpares, e a Festa do Vinho, nos anos pares, pontos culminantes de seu calendário de eventos e que reúnem milhares de turistas na cidade.

Fundada em 1878, Urussanga foi o principal núcleo de imigração italiana da antiga Colônia Azambuja, hoje Pedras Grandes, fundada em 1877. Recebeu imigrantes de Longarone, Lombardia, Friuli e Trentino Alto Adige. Era habitada por índios botocudos até a sua colonização. Fonte

Vale das Uva Goethe é um roteiro enoturístico, que leva o visitante ao encontro das manifestações étnicas do imigrante italiano na região de Urussanga, SC.

Os Vales dos Rios Urussanga e Azambuja, duas das principais bacias hidrográficas do sul de Santa Catarina, foram ocupados por imigrantes italianos no século XIX e apresentam até hoje as marcas desta cultura com a produção de uvas e vinhos entre outros processos produtivos tradicionais. Neste ambiente é possível participar dos valores históricos do colonizador, a partir da vivência entre suas casas de pedra centenárias, hábitos alimentares e acolhida hospitaleira.

Deixe uma resposta