Atrativos Turísticos de Águas de Chapecó

Águas de Chapecó

Águas de Chapecó foi fundada em dezembro de 1962, tendo o turismo em segundo lugar em sua matriz econômica.

Com 6500 habitantes das etnias alemã e italiana, Águas de Chapecó está a 665 Km de Florianópolis e 291 m de altitude. Tem Chapecó como polo regional, cidade de onde está a 47 Km.

Águas de Chapecó é uma pequena cidade e atraente estância hidromineral que compõe, junto com Chapecó, Vargeão e Nova Erechim, a Rota das Termas no oeste catarinense.

A água termal de Águas de Chapecó vem de um poço a temperatura média de 37º, e é classificada como “Água Mineral Termal Alcalina, Bicarbonatada e Sulfatada Sódica”, recomendada para tratamento de reumatismo, úlceras, hipertensão arterial, cálculos renais, eczemas e problemas digestivos.

Gravatal

Responsáveis pelo desenvolvimento turístico e econômico de toda a região, as águas termais de Gravatal são consideradas as segundas do mundo em qualidade terapêutica.

Fundada em 29 de dezembro de 1961, Gravatal tem mais da metade da renda do município proveniente do Turismo.

Com 11.000 habitantes de origens açoriana, italiana e alemã, a cidade está no sul do estado, a 150km de Florianópolis.

Tem clima temperado, com temperaturas entre 18ºC e 27ºC.

Está próxima a Armazém, Braço do Norte, Tubarão, Orleans, Lauro Müller, Imaruí.

O povoamento de Gravatal, como o da maior parte das cidades do sul do Estado, se deve ao deslocamento de moradores da Colônia de Santo Antônio dos Anjos da Laguna – a atual Laguna, que no passado abrangia toda a Região Sul. Em 1842, João Martins de Souza, um dos fundadores de Gravatal, estabeleceu-se no local, fez grandes lavouras de mandioca e cana-de-açúcar, construiu dois engenhos e dois alambiques e abriu estradas. Entre 1880 e 1885, chegaram as primeiras famílias de imigrantes italianos e em 1910, os alemães. Apesar da influência dessas etnias, a tradição açoriana dos primeiros colonizadores ainda é forte na cidade, tanto na arquitetura quanto nos hábitos populares. Gravatal foi elevada a município em dezembro de 1961. Suas terras férteis garantiam o suporte econômico através da agricultura, substituída pelo turismo como mola-mestra da economia local a partir da descoberta das termas

Balneário de Águas de Chapecó

O complexo do balneário de Águas de Chapecó foi inaugurado em 1980, num ambiente natural, com duchas, banheiras de imersão, hidromassagem, barro medicinal, piscina semi-olímpica e chuveiros, além de bares, restaurantes e um bem-estruturado camping. A administradora do balneário, localizada às margens do rio Chapecó, de grande beleza natural, é um atrativo turístico à parte, oferecendo pescaria e passeios aquáticos.
Salto do rio Chapecó.

Vale visitar o Salto do rio Chapecó, com suas corredeiras de águas límpidas e cristalinas, em meio à mata nativa, e a foz do mesmo rio, no encontro com as águas do caudaloso Uruguai.


Fischer Hotel Fazenda
O Fischer Hotel Fazenda está situado no interior do município de Santo Amaro da Imperatriz, na bucólica comunidade de Braço de São João, entre vales, montanhas, belas paisagens, cercado pela natureza exuberante das matas do Parque Florestal da Serra doTabuleiro.
A Diária no Fischer Hotel Fazenda é no sistema de pensão “Super Completa”: inclui 4 refeições preparadas com aquele sabor de comida caseira, próprio da culinária da região e que são servidas em forma de buffet no restaurante do hotel.
Atenção: utilizar somente o acesso pela BR 282 pois o acesso da BR 101 está interditado.
Fone: 48 3245 5079 ou 9135 1711
E-mail: contato@fischerhotelfazenda.com.br
http://www.fischerhotelfazenda.com.br

Plaza Hotéis Caldas da Imperatriz
http://www.plazahoteis.com.br/caldasimperatriz/br/

Hotel Caldas da Imperatriz
Localizado na cidade de Santo Amaro da Imperatriz – SC, o Hotel Caldas da Imperatriz é um patrimônio histórico que vem sendo preservado a mais de 150 anos. Sua história inicia quando o Rei João VI baixou um decreto em 18 de março de 1818, determinando a construção de um hospital, o que é considerado a primeira lei de criação de uma Estância Termal no Brasil
http://www.hotelcaldas.com.br

Santo Amaro da Imperatriz

Conhecida como o Verde Vale das Termas, Santo Amaro da Imperatriz é a primeira estância hidromineral do País. Rica em natureza, cenários, paisagens…

Fundada em 10 de julho de 1958, tem hoje 17.000 habitantes de origem alemã e açoriana.

Sua economia é baseada no turismo de saúde, em função de suas águas termais. Também se destaca a cultura do milho, do tomate e da batata.

Está na Grande Florianópolis, a 30km da capital e 18m acima do nível do mar. Seu clima é temperado, com temperatura média entre 15ºC e 25ºC.

Está nas proximidades de Paulo Lopes, Palhoça, Florianópolis, Águas Mornas, São Pedro de Alcântara, São José, São Bonifácio

A colonização de Santo Amaro da Imperatriz está ligada à descoberta da fonte de águas termais, por caçadores, em 1813. O Governo Imperial destacou então um contingente policial para guarda do local, já que a região era habitada por índios hostis. Em 18 de março de 1818, o rei Dom João VI determinou a construção de um hospital – foi a primeira lei de criação de uma estância termal no Brasil. Em outubro de 1845, Santo Amaro da Imperatriz recebeu a visita do casal imperial Dom Pedro II e Dona Teresa Cristina, que mandou construir um prédio com quartos e banheiras para os visitantes em busca de alívio para suas dores. Em homenagem à Imperatriz, a localidade, nos arredores da cidade – que se chamava Caldas do Cubatão, foi rebatizada como Caldas da Imperatriz

Restaurantes em Águas Mornas

Águas Mornas Palace Hotel
Av. Coronel Antonio Lehmkuhl, 2487 – Centro
(48) 3245 – 7015
Ao Meio Dia

Lanchonete e Restaurante Saulo
Estrada Geral, Fazenda Sacramento
(48) 3245 – 7134

Riacho Doce Restaurante
(48) 3245 – 7644

Restaurante e Lanchonete Dinho
(48) 3245 – 5706
De segunda à sexta

Lanchonete e Restaurante Sabores da Terra
(48) 3245-8099 / 3245-9203
BR 282, KM 40, s/n – Vargem Grande


Hotéis e Pousadas em Águas Mornas

Águas Mornas Palace Hotel

O Águas Mornas Palace Hotel foi concebido com a missão de oferecer soluções diferenciadas em lazer e eventos, com atendimento simpático e eficiente, num ambiente dotado de beleza natural e fonte de águas termais.
E-mail: reservas@aguasmornaspalacehotel.com.br
http://www.aguasmornaspalacehotel.com.br/

Pousada Cascata das Bromélias

A pousada cascata das bromélias e um lugar lindo em meio a natureza com ótima infra-estrutura para atender os visitantes.Na pousada pode – se encontrar ofuros, trilhas ecológicas, trekking, e uma linda cachoeira.
Localização: ESTRADA GERAL RIO DO CEDRO, S/N RIO DO CEDRO – ÁGUAS MORNAS-SC
Fones: (48) 3246-0920 / (48) 3292-6810 / (48) 9962-0000 / (48) 9609-6500 / (48) 3246 – 0920
Internet: www.cascatadasbromelias.com.br


Pousada Rancho Paraíso

Possui Cabanas Rústicas de estilo canadense com lareiras, recanto familiar para apreciação da natureza com muitas atividades. Açudes com peixes, convivência em atividade de sitio com frutas da estação, horta orgânica e animais. Diárias com café da manha opcional.
Localização: BR 282 – 500 METROS APÓS O KM 36, NUMERO 3806, VARGEM GRANDE – ÁGUAS MORNAS-SC
Fones: 99814684 / 3245-9263 / 9104-6077 / (48) 3245 – 9263
Internet: www.pousadaranchoparaiso.com

Atrativos Turísticos de Águas Mornas

Como a própria denominação indica, o nome Águas Mornas vem das águas termais abundantes no lugar.
A cidade tem seu desenvolvimento estruturado no turismo de saúde, recebendo anualmente milhares de visitantes de todos os pontos do Brasil, que vêm em busca da qualidade terapêutica de suas águas.

Águas Termais

As águas do município são classificadas como esotermais radioativas. Com temperatura constante em torno de 39ºC, as águas emergem de terrenos pré-cambrianos e, pelo teor de radioatividade, termalidade e baixa mineralização, apresentam propriedades curativas que as qualificam entre as melhores do mundo.


Natureza

Situada na encosta da Serra do Tabuleiro, a localidade de Rio dos Porcos, a 900m de altitude, é o ambiente ideal para turismo de aventura, com uma estrada sinuosa e íngreme, de difícil acesso.
Vale também visitar o Recanto da Garganta – um sítio em plena Mata Atlântica, na localidade de Rio Novo, a 30km do centro –, a Wasserplatz, uma queda d`água situada na Fazenda Sacramento, a 05km da cidade – e o Salto do Rio Vermelho, um passeio ecológico com belíssimas cascatas, ao pé da Serra do Tabuleiro, a 07km do centro.

Patrimônio Histórico

Águas Mornas tem sua História preservada em três colônias alemãs: Vargem Grande, Santa Isabel e Teresópolis, que mantêm construções remanescentes da época da colonização.

Cultura

Conheça a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, na localidade de Vargem Grande, às margens da BR-282, a 05km do centro de Águas Mornas. Também vale experimentar os produtos caseiros e coloniais fabricados na cidade: doces, geléias, embutidos, conservas.

Infra-estrutura turística

Pequeno, mas bem estruturado, o perímetro urbano da cidade está preparado para receber o grande número de turistas que chega em busca de alívio para seus problemas de saúde nas águas mornas da cidade.

Águas Mornas

Águas Mornas

Águas Mornas

Colonizada por imigrantes alemães, Águas Mornas tem excelente infra-estrutura turística e é considerada um dos melhores complexos hidrominerais do mundo.

Com data de fundação a 19 de dezembro de 1961, 5 mil habitantes de origem alemã, tem sua base econömica na exploração das águas termais.

Águas Mornas está na Grande Florianópolis, distante 40km da capital.

Com clima temperado, com temperatura média entre 15ºC e 30ºC, 70m acima do nível do mar, está nas proximidades de Santo Amaro da Imperatriz, Rancho Queimado, Angelina, São Pedro de Alcântara.

Águas Mornas começou a ser colonizada em 1847, por colonos alemães que aportaram na Ilha de Nossa Senhora do Desterro. Os 164 imigrantes católicos e evangélicos instalaram-se na Colônia Santa Isabel, na área ocupada hoje pelos municípios de Águas Mornas e de Rancho Queimado, e encontraram grande dificuldade em trabalhar nos solos pouco férteis. Além disso, surtos de malária dizimaram boa parte da população. Apesar das dificuldades, a colonização avançou e a cidade se transformou numa das mais famosas estâncias hidrominerais do mundo – atrás apenas de Vichy e Aux-Les Thermes, na França.

Imagem