São Joaquim

São Joaquim é a cidade mais fria do Brasil – situada a 1.360m de altitude, no inverno seus termômetros podem marcar –10°C e até –15°. É o único lugar no País onde, invariavelmente, neva a cada inverno. Destaque para o Parque Nacional de São Joaquim, a beleza da Serra do Rio do Rastro, os campos e as araucárias, que se sobressaem entre cachoeiras, vales e rios com corredeiras.

Em São Joaquim, além do cenário tipicamente europeu, há um misto de cultura, diversidade étnica, tradição e natureza, com um leve aroma de maçã solto no ar.

Fundada em 07 de abril de 1887, tem sua economia fundamentada na pecuária, na cultura da maçã, iniciada na década de 1970.

Com população próxima de 23 mil habitantes de origens gaúcha, paulista, alemã e italiana, mistura ainda portugueses, africanos e japoneses.

Localizada no alto da Serra, a 1360 m acima do nível do mar, está a 276 Km de Florianópolis, a 136km de Tubarão e 81km de Lages.

O clima é temperado, com baixas temperaturas no inverno – os termômetros já marcaram -10ºC. No verão, a temperatura máxima é de 31,4ºC.

Está próxima de Lages, Painel, Urubici, Urupema, Orleans, Lauro Müller, Bom Retiro.

São Joaquim foi colonizada por descendentes de portugueses e espanhóis vindos do Rio Grande do Sul e de São Paulo, a partir de 1750. Depois de se fixarem na região, eles fundaram grandes fazendas de gado, que serviam de pouso aos tropeiros que levavam gado do sul para o interior do País. A partir de 1873, com a fundação da freguesia de São Joaquim do Cruzeiro da Costa da Serra, a região recebeu descendentes de alemães e italianos, que se integraram ao processo de colonização. Em agosto de 1886, a freguesia tornou-se vila, emancipando-se em 07 de maio de 1887.

Deixe uma resposta