Fraiburgo

Fraiburgo está no centro do estado de Santa Catarina, a 400 km de sua capital Florianópolis, em meio a uma exuberante paisagem, lugar onde é possível encontrar árvores centenárias, animais exóticos e um belíssimo lago onde as imponentes araucárias se fazem presentes.

Nesta maravilhosa cidade, a maçã e seus derivados são o carro chefe de sua economia, como também na gastronomia, notante nos saborosos pratos a base desta fruta, que dão um gostinho especial a esse pacato lugar.

É comum a prática do eco turismo, com suas trilhas ecológicas, além dos esportes radicais. A bela cidade de Fraiburgo ainda preserva a história e os costumes de diferentes etnias – o que é visível na arquitetura, infra-estrutura de hotéis, museus e centros culturais.

O turista que visita Fraiburgo tem a oportunidade de ver nos meses de setembro a outubro a florada da maça, quando as macieiras florescem e a natureza nos dá um espetáculo à parte. Vale a pena conhecer a inesquecível Terra da Maçã.

Fundada em dezembro de 1961 , a Maçã é sua base econômica, corresponde a 51% da produção Catarinense e 26% da produção Nacional.

Outro ponto forte da economia de Fraiburgo é a produção de Papel e Celulose, matéria-prima proveniente do reflorestamento, além do setor moveleiro, que utiliza tecnologias de última geração provenientes de países europeus, onde o controle, associado a avançados processos de gestão industrial, garante a produtividade e precisão, além de designs arrojados e a preocupação com a preservação ambiental.

As tecnologias da indústria de máquinas agrícolas e metal mecânico são também grandes destaques para a economia da cidade, além disso, este setor vem ganhando espaço no mercado nacional, além de contribuir para o desenvolvimento industrial do município.

Fraiburgo tem 40 mil habitantes de base Alemã e italiana.

Fraiburgo, por sua altitude, apresenta baixas temperaturas durante a maior parte do ano. No inverno, as temperaturas vão até -10°C. No verão marcam até 36°C. A cidade está a 1.048m acima do nível do mar, 400 Km de Florianópolis e 300 Km de Curitiba.

Suas cidades vizinhas são Videira, Pinheiro Preto, Tangará, Caçador, Treze Tílias, Curitibanos, Joaçaba e Campos Novos.

A maior parte dessa região era primitivamente coberta por imensas florestas nativas, onde, além da imbuia, do cedro, da canela, da erva mate, predominavam os belos e majestosos pinheiros, tão típicos das paisagens sulinas do Brasil. E nesse cenário natural habitavam, já há mais de 4.000 anos, povos que viviam da caça, da pesca e do pinhão.

Depois deles, surgiram os índios das tribos Kaigang e Xokleng, ou os bugres, como vieram a ser chamados pelos brancos que desbravaram a região, e dos quais restam hoje apenas alguns poucos, vivendo em reservas indígenas. Os “caboclos”, que ainda se encontram por toda parte, mostram, na cor queimada de suas peles, o sangue miscigenado dos primitivos habitantes deste lugar.

Fraiburgo foi fundada pela família Frey, originária da Alsácia, que chegou à região em 1919, atraída pelo ciclo da madeira, e instalou ali uma serraria. A família abriu as primeiras ruas e construiu uma barragem – que deu origem a um lago artificial, o Lago das Araucárias, verdadeiro cartão-postal da cidade.

Este espírito desbravador trouxe rápido desenvolvimento à região, que se tornou distrito em 1949 e cidade em 1961, desmembrando-se de Videira e Curitibanos. Com a diminuição das matas devido à exploração da madeira, os colonizadores começaram a buscar alternativas econômicas.

Além de plantar uva para fabricar vinho, os Frey produziram mudas de frutíferas européias que deram início à transformação de Fraiburgo na Terra da Maçã – a fruta que melhor se adaptou à região e ao clima. De 1912 a 1916, o município vivenciou a Guerra do Contestado, uma das mais sangrentas batalhas do Sul do Brasil.

One thought on “Fraiburgo

Deixe uma resposta