Atrativos Turísticos de Paranaguá

Estação Ferroviária

É o ponto inicial da Estrada de Ferro Paranaguá – Curitiba. Obra iniciada no dia 05 de junho de 1880, na presença de imperador D. Pedro II e da Imperatriz do Brasil.
Foi inaugurada em 1885, pela Princesa Isabel. Reconhecidamente uma das maiores obras de engenharia ferroviária do mundo. Em seu trajeto para vencer a Serra do Mar e chegar ao planalto serpenteia abismos e penhascos inimagináveis. Foi concluída por Teixeira Soares, jovem engenheiro brasileiro, com apenas 33 anos de idade, depois que seu construtor, Giusepe Ferrucini, desistiu da obra no Km 45, julgando-a impossível de ser construída.

Estrada de Ferro

Possui 14 túneis escavados na rocha, 41 pontes e viadutos em dimensões colossais, utilizando estrutura metálica.
O maior vão vencido esta localizada na ponte São João, cujo comprimento é de 113m sobre o rio do mesmo nome. A ponte conta com 4 vãos, sendo que o vão médio tem altura de 58m. O Viaduto Carvalho, construído com grande tenacidade, esta a mais de 900m de altura, usando como suporte muros de ate 100m de altura fazendo uma curva de 45 graus no trecho conhecido como Curva do Diabo.
O maior túnel da Serra do Mar é o de Roça Nova, com 457m de extensão, na altitude de 955m. O magnífico panorama do contrafortes da Serra do Mar com paisagens como a cachoeira “Véu da Noiva” e o Santuário de “Nossa Senhora do Cadeado”, aliado à técnica do arrojado traçado da estrada, continuam sendo uma atração emocionante mesmo depois de um século.

Ilha do Mel

Merece destaque por ser uma Estação Ecológica do Paraná, sendo considerada uma das mais belas do país. Abriga 25 praias que proporcionam aos visitantes momentos de lazer e aventura por suas trilhas, matas, morros, mangues e ilhas próximas, além de um passeio pela história do Paraná na Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres construída em 1767 e o Farol das Conchas construído em 1872.

Paranaguá

Na década de 1550-1560, famílias de São Vicente de Cananéia deslocaram-se ao litoral paranaense. Primeiro à ilha da Cotinga e a seguir às margens do rio Itiberê. Em 1640, chegou o Capitão Provedor Gabriel de Lara, e a fidalga família com investidura de governo militar. Já em 1646 mandou erigir o Pelourinho, símbolo de poder e justiça de El-Rei.

Após dois anos, a povoação tornou-se Vila, chamando-se Vila de Nossa Senhora do Rosário de Paranaguá. Em 1660 tornou-se Capitania, passando à condição de Cidade em 05 de fevereiro de 1842. Ao ser criada a Província do Paraná, também se criou a Capitania dos Portos do Paraná, que passou a funcionar em 13 de fevereiro de 1854.

Fato marcante para Paranaguá foi a visita de D. Pedro II, em 1880, para o lançamento da pedra fundamental do início das obras da rede ferroviária Paranaguá-Curitiba. A estrada de ferro foi tão rapidamente construída que já em 02 de fevereiro de 1885 foi inaugurada e até hoje é motivo de grande orgulho da engenharia nacional.

Paranaguá foi fundada em 1570 e é a cidade mais antiga do Paraná, oferece aos visitantes gastronomia típica, artesanato, fandango, a Floresta Estadual do Palmito, além de passeios de barco pela Baía de Paranaguá e por suas principais ilhas, da Cotinga, dos Valadares e a do Mel que merece destaque por ser uma Estação Ecológica do Paraná, sendo considerada uma das mais belas do país, abriga 25 praias que proporcionam aos visitantes momentos de lazer e aventura por suas trilhas, matas, morros, mangues e ilhas próximas, além de um passeio pela história do Paraná na Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres construída em 1767 e o Farol das Conchas construído em 1872.

Distante 91 km de Curitiba.