Atrativos Turísticos de Belo Horizonte

Edifício Niemeyer
Com sua fachada de curvas onduladas, o edifício Niemeyer, em Belo Horizonte, leva assinatura do arquiteto Oscar Niemeyer e é uma das principais referências do modernismo no Brasil. Foi projetado em 1954 e erguido no ano seguinte, uma década depois da construção das quatro obras que o arquiteto desenhou para a Pampulha, entre elas, a Igreja de São Francisco de Assis, a Casa do Baile e o atual Museu de Arte, que o lançaram nacionalmente.

Igreja da Pampulha
Erguida em 1943, a igreja de São Francisco de Assis, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, é considerada um marco na história da arquitetura brasileira e o primeiro trabalho de expressão do jovem arquiteto Oscar Niemeyer, que veio a se tornar mundialmente famoso com as obras de construção de Brasília. Junto com a Casa do Baile, o Cassino (hoje Museu de Arte da Pampulha) e o Iate Clube, a igreja compõe o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, todos concebidos por Niemeyer.


Mercado Central
Com mais de 400 lojas e um dos pontos comerciais mais procurados de Belo Horizonte, o Mercado Central recebe aos sábados e domingos um público que consegue unir suas compras ao lazer e à diversão, percorrendo os corredores temáticos como o dos queijos, doce, artesanato, ervas, raízes, artigos religiosos, e as praças, como a da feijoada e a do abacaxi. Lado a lado com bancas coloridas de hortifrutigranjeiros sempre frescos, o visitante dispõe de um completo estoque dos mais variados produtos típicos da culinária mineira. Pode encontrar da goiabada à cachaça da roça.

Museu de Arte da Pampulha
O Museu de Arte da Pampulha (MAP), em Belo Horizonte, é o principal centro de divulgação de arte contemporânea em Minas Gerais e uma das referências do setor no Brasil. Em seu acervo de mais de 900 obras, estão quadros de Cândido Portinari, Alberto da Veiga Guignard, Di Cavalcanti, Amilcar de Castro e Tomie Ohtake. Além de pinturas, compõem o acervo fotografias, objetos tridimensionais, gravuras, desenhos, material audiovisual e documentos.

Deixe uma resposta